connect to our social networks:

Blog

Os museus mais interessantes do Rio de Janeiro // The coolest museums in Rio de Janeiro

Durante viagens (especialmente as internacionais), é costume visitar os museus locais tanto como uma forma de conhecer melhor o lugar onde você está quanto de ver em pessoa uma obra especial de uma coleção (ou a coleção toda). Sendo uma das maiores cidades do mundo, Rio de Janeiro tem museus de alta categoria que merecem serem visitados.
1 – Museu Nacional de Belas Artes: Rico em esculturas e pinturas do século 19, esse é um dos museus mais importantes do Brasil, tanto em significância cultural quanto no aspecto artístico. Situado perto do Theatro Municipal, o acesso é muito fácil – pode-se ir de carro, ônibus ou metrô.
2 – Museu Nacional: Ligado a Universidade Federal do Rio de Janeiro, esse museu está no palácio onde a família Imperial costumava morar e possui uma enorme coleção antropológica e arqueológica (na verdade, a maior da América Latina), com itens desde antigas múmias egípcias e ossos de dinossauros aos antigos móveis do século 19 da família imperial.
3 – Museu de Arte Moderna: Inaugurado em 1955, foi projetado com o objetivo de ser um centro artístico, não somente um lugar para exposições. Possui um teatro, uma escola de artes, restaurante e as exibições. Em 1978, 90% do acervo foi queimado num incêndio e trabalhos artísticos de nomes como Pablo Picasso, Paul Klee e Diego Rivera foram destruídos, tristemente.
4 – Museu do Amanhã: É o mais novo museu da cidade, abriu suas portas em dezembro de 2017, e seu foco não é em objetos, mas em ideias. O “amanhã” é construído a partir de experimentos e experiências, explorando a humanidade e o que será o futuro como resultado direto de nossas ações.
5 – Museu de Arte do Rio (MAR): Dois prédios e uma ponte perfazem esse museu, que tem também a Escola do Olhar, com foco em arte/história. O museu também recebeu o prêmio melhor arquitetura de museu em 2013, vale citar que o segundo prédio anteriormente era um ponto de ônibus.
Empolgado para uma visita?

When traveling (especially abroad), it is a custom to visit the local museums as a way to either know better the place you are or a chance to see in person a special piece of a collection (or maybe the whole thing). Being one of greatest cities in the world, Rio de Janeiro has top-notch museums that deserve a visitation.
1 – National Museum of Fine Arts: Rich in 19th century sculptures and painting, this is one of the most important museums in Brazil, either in culture significance or in the artistic sense. Located near the Municipal Theater, the access is very easy – you can go by car, bus or subway.
2 – National Museum: linked to the Federal University of Rio de Janeiro, this museum is located in the palace where the Imperial family used to live and has a huge archaeological and anthropological collection (actually, the biggest one in Latin America), with items ranging from old Egyptian mummies and dinosaur bones to the imperial family 19th century furniture.
3 – Museum of Modern Art: Inaugurated in 1955, it was projected to be an art center, not just a place for expositions. It has a theatre, a school of art, restaurant and the exhibitions. In 1978, 90% of the collection was destructed by a fire and artworks by names such as Pablo Picasso, Paul Klee and Diego Rivera were amongst them, sadly.
4 – Museum of Tomorrow: It is the newest museum in town, opened its doors on December, 2015, and the focus is not on objects, but on ideas. The “tomorrow” is constructed through experiments and experiences, exploring humanity and what the future is going to be as a direct result of our actions.
5 – Rio’s Museum of Art (MAR): Two buildings and a bridge make up this museum, which has also an art/history school. It also has received the prize for best museum architecture in 2013, it’s worth noting that the second building was formerly being a bus stop.

Petrópolis – a cidade imperial que não parou no tempo // Petropolis – the imperial city that didn’t stop in time

Ao norte do estado do Rio de Janeiro e lá no alto das montanhas está Petrópolis, a cidade onde a antiga família imperial costumava passar seus verões em seu palácio. Com um pouco mais de 300 mil habitantes, é a terceira cidade mais populosa e a mais segura do Rio de Janeiro, sendo a sexta mais segura no ranking nacional. Petrópolis é uma charmosa cidade que foi fundada por Dom Pedro II (a quem o nome da cidade é uma homenagem) e foi a segunda cidade projetada no Brasil. Seu povoamento foi de imigrantes alemães e isso se reflete na história e na cultura da cidade, com diversos prédios que possuem um estilo arquitetônico alemão e a culinária.
Majoritariamente uma cidade turística, Petrópolis possui diversas atrações que levariam dias para que você visse e fizesse tudo. Dos museus – o Museu Imperial, Casa de Santos Dumont (o inventor do avião), o Museu de Cera de Petrópolis e o Museu do Palácio do Rio Negro – à sua zona industrial – sede do Grupo Petrópolis, uma importante cervejaria brasileira. A alta estação começa em julho, com a Bauerfest (segunda maior festa que celebra a cultura alemã) e o começo do inverno, quando as baixas temperaturas tornam-se um evento para os turistas. Nessas férias, vá divertir-se e como um imperador em Petrópolis.

A little up north in the state of Rio de Janeiro and way up in the mountains is Petropolis, the city where the former Imperial Family used to spend their summer days on their palace. With a little over 300.000 inhabitants, it is the third most populous city and the safest city in Rio de Janeiro, being the sixth in the national ranking. Petropolis is a charming city that was founded by Dom Pedro II (which the name of the city is a homage to) and was the second projected city in Brazil. Its settlement was by German immigrants and this is reflected in the history and culture of the city, with many buildings that have a German architecture style and the local culinary.
Majorly a touristic city, Petropolis has many attractions that would take you days to see and do everything. From the museums – The Imperial Museum, Casa de Santos Dumont (the inventor of the plane), Petropolis Wax Museum and the Rio Negro Palace Museum – to its industrial zone – home of the Grupo Petropolis, a Brazilian brewery company. The high season is in July, with Bauerfest (the second biggest party celebrating German culture) and the beginning of winter, when the low temperatures become an event in itself for tourists. This vacation, go have fun like an emperor in Petropolis!

Travelweek São Paulo 2017 começa dia 25 de Abril // Travelweek São Paulo begins on April 25th

A feira Travelweek São Paulo de 2017 começa no dia 25 de abril (terça) e termina na sexta, 28, e o evento será sediado na fundação Bienal de São Paulo. É um evento com foco em mostrar o que há de melhor em todo o mundo no quesito turismo – hotéis, companhias aéreas, cruzeiros, bureaus de turismo e agencias de viagem prestigiadas a todos os consumidores, até mesmo os mais exigentes.
Sua realização em São Paulo não é uma mera coincidência. Sendo o epicentro comercial da América Latina, não é uma feira destinada somente aos consumidores brasileiros, mas também a todos os vizinhos da América do Sul. Vá e explore essa feira com tudo que ela tem a oferecer!

The fair Travelweek São Paulo 2017 begins on 25th April (Tuesday) and ends on Friday, 28th, and the event will be located on Fundação Bienal De São Paulo. It’s a fair focused on showcasing the best things around the whole world in the tourism sector – prestigious hotels, air companies, cruises, tourism bureaus and travel agencies to all consumers, even the most demanding ones.
Its realization in São Paulo is not a coincidence. Being the commercial epicenter of Latin America, it isn’t a fair dedicated only to the Brazilian costumers, but to all neighbors in South America. Go and explore this event with all it has to offer!

Fonte: NFeiras

Número de mulheres brasileiras planejando viajarem sozinhas cresce // Number of brazilian women planning to travel alone grow

Com o feminismo sendo um tópico tão abordado ultimamente, é inevitável que as mulheres estejam mais confiantes e independentes e isso reflita na maneira como vivem suas vidas. Mais mulheres estão viajando sozinhas – e no Brasil uma a cada oito mulheres planejam viajar no primeiro semestre de 2017, são aproximadamente 3 milhões de mulheres em viagens solo.
Para elas, a segurança é a prioridade. Costumam fazer uma extensa pesquisa sobre o lugar para onde estão indo e onde vão ficar. Escolher um agente de viagens é uma decisão sábia, considerando que eles sabem muito sobre o lugar e farão o melhor possível para cuidar de você e a manter segura.

With feminism being such a discussed topic nowadays, it’s inevitable that women are more confident and independent and it is shown in the way they conduct their lives. More women are traveling alone – and in Brazil one out of eight women has the intention of doing it so in the first semester of 2017, it is roughly 3 million women in solo trips.
For them, security is a top priority. They tend to research thoroughly the place they’re going and where they’ll be staying. Opting to choose a travel agent is also a wise option, considering they know a lot about the place and will do the best they can to take care of you and keep you safe.

Fonte Panrotas

5 excelentes Festas Juninas que você deveria ir // 5 amazing Feasts of Saint John that you should go

Em junho é celebrada a Festa Junina – uma festa que se dá em torno de uma fogueira com brincadeiras, comidas típicas, a dança da quadrilha ao som de músicas folclóricas tradicionais, etc. A tradição tem origem pagã, mas ao longo do tempo associou-se fortemente aos santos católicos, especialmente São João, São Pedro E Santo Antônio. Por mais que seja celebrada por todo o país, no nordeste as festas estão realmente nem sua essência e força.
Algumas são:
1 – Bumba-Meu-Boi, São Luís (Maranhão): Uma festa muito tradicional que tem sua origem no século 18 começa dia 13 e só termina no dia 30 – dia de São Marcial. Diversos grupos folclóricos de todo o estado se reúnem para contar a história da escrava Catirina, seu marido e a odisseia dos dois para ressuscitarem um touro que mataram.
2 – Mossoró (Rio Grande do Norte): Com diversas atrações musicais num estilo similar ao Carnaval, a festança começa no dia 4 de junho até o dia 26. Habitantes locais também reencenam quando expulsaram Lampião e seu Bando – o mais famoso cangaceiro.
3 – Campina Grande (Paraíba): Conhecida como “A Maior Festa Junina do Mundo” e sua duração ser o mês inteiro, tem as tradicionais quadrilhas, tocadores de sanfona e diversos artistas famosos, como Elba e Zé Ramalho. Lá também acontece o curioso casamento coletivo, quando dezenas de casais dizem o tão esperado “Eu Aceito” em meio ao Forró e culinária típica.
4 – Caruaru (Pernambuco): Muito famosa por suas decorações coloridas da palhoça e pelo Forró Pé de Serra, a cidade recebe milhares de turistas e músicos famosos são atrações na festa.
5 – Salvador (Bahia): Por mais que a capital da Bahia, Salvador, seja o local principal das comemorações, outros 100 municípios contam com diversos shows e celebrações para a Festa de São João. Em Salvador, há a tradição por parte de artistas locais decorarem a cidade com intervenções artísticas. Pratos locais como beiju, mungunzá e aluá são shows a parte!

In June, the Brazilians celebrate the June Fest – a party conducted around a bonfire with games, typical food, the square dance to traditional folk music, etc. The tradition has a pagan origin, but through the years it has become extremely attached to Catholics saints, specially Saint John, Saint Peter and Saint Anthony. While it is celebrated throughout the entire country, in the northeast the parties are in its essence and force truly.
Some of them are:
1 – Bumba-Meu-Boi, Sao Luis (Maranhao): A very traditional party that can be traced back to the 18th century, it starts on the 13th and ends on the 30th – the feast of Saint Martial. Many folk groups from all over the state come together to tell the story of the slave Catirina, her husband and their odyssey to resuscitate a bull they killed together.
2 – Mossoro (Rio Grande do Norte): With many musical attractions in a style that is reminiscent of Carnaval, the feast goes from 4th of June till the 26th. The locals also reenact the famous episode of when the population of the city expulsed the Lampião and his Gang – the most famous Cangaceiro (a robber in the style of Robin Hood)
3 – Campina Grande (Paraiba): Known as “The Biggest Feast of June In The World” and for its duration of the entire month, has the traditional square dances, accordion players and famous folk artists playing there. It also happens there the curious collective marriage, where dozens of couples say “I Do” amidst the Forró music and local cuisine.
4 – Caruaru (Pernambuco): Very famous for its colorful decorations and the rhythm “Forró Pé de Serra”, the city receives thousands of tourists and famous artists are expected to play there.
5 – Salvador (Bahia): While the capital of Bahia, Salvador, is the central spot in the commemorations, another 100 counties have a variety of shows and typical celebrations for the Feast of Saint John. In Salvador, there is a tradition of adorning the city with artistic interventions by local artists. The local dishes like beiju, mungunzá and aluá are a great part of the experience too.

Fonte: Guia do Turista e Momondo

2016 registra recorde de turistas em solo brasileiro e mais da metade eram da América do Sul // 2016 had record of turists in Brazil and more than half were from South America

Sendo a sede dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos ano passado, o número de turistas internacionais no Brasil atingiu um novo recorde: 6,6 milhões. Com novas informações liberadas pelo Ministério do Turismo, descobriu-se que cerca de 56% dos visitantes são de países vizinhos, seguido por 24,4% de europeus e 11,2% de norte-americanos. Argentina foi a líder do ranking, com 2,3 milhões de turistas, e por mais que 4 dos países no top 5 sejam sul-americanos, Estados Unidos ficou com a segunda posição, com 570 mil turistas. Da Europa, a França foi a nação campeã com 230 mil pessoas frequentando os jogos.
A isenção de visas para australianos, canadenses, norte-americanos e japoneses também trouxe resultados para a indústria: de acordo com a MTur, turistas desses 4 países injetaram cerca de 167,7 milhões de dólares na economia brasileira (cerca de 520 milhões de reais).

With last year’s hosting of the Olympic and Paralympic Games, the number of international tourists in Brazil got up to a new high: 6,6 million. With new data released by the Ministry of Tourism, it can also be noted that 56% of visitors were from neighboring countries, followed by the Europeans with 24,4% of the share and 11,2% of North Americans. Argentina was leader of the ranking, with 2,3 million tourists, and while 4 of the countries in the top 5 are South Americans, United States is in the second position, with 570 thousand tourists. From Europe, France was the leading nation with 230 thousand people attending the games.
The exemption of visas for Australians, Canadians, North-Americans and Japaneses got results for the industry: according to MTur, tourists from those 4 countries injected roughly US$ 167,7 million on the Brazilian economy.

Fonte: PanRotas

5 lugares não-óbvios para visitar em São Paulo // 5 non-obvious places to visit in Sao Paulo

Apesar de ser a cidade mais populosa brasileira, São Paulo também é o centro mercantil, financeiro e corporativo da América do Sul e por mais que pareça “não existir amor em SP” como o famoso rapper Criolo disse, é uma cidade cheia de amor e beleza. Com maravilhosos museus, restaurantes, teatros, parques e a arquitetura em si, não limite sua visita somente ao MASP (Museu de Arte de São Paulo) ou à Estação da Sé quando há tanto lugares relativamente desconhecidos para ir!
1 – Catavento Cultural: atualmente um espaço para atividades cultural, foi construído entre 1911 e 1924 e inicialmente projetado para ser o Palácio das Indústrias, é verdadeiramente majestoso em sua arquitetura. Fica localizado na região do Brás.
2 – Parque do Carmo: por que ir somente ao Parque do Ibirapuera? Vá e descubra o Parque do Carmo, um lindo lugar com jardins incríveis, lagos e um prédio histórico com arquitetura colonial. No começo de agosto é celebrado lá a Festa das Cerejeiras (quando há o florescimento das cerejeiras) – uma tradição há quase 40 anos.
3 – Fundação Ema Klabin: projetado e construído pelo arquiteto Alfredo Ernesto Becker nos anos 50, é guardada lá a coleção de arte de Ema Klabin, uma empresária e filantropa. Regularmente aos sábados há atividades musicais lá.
4 – Rua Avanhandava: revitalizada por completo pelo empresário Walter Mancini, essa charmosa rua é casa de vários restaurantes, todos da família Mancini. Com diversos chafarizes, é um lugar idílico no antigo centro da cidade.
5 – Sala São Paulo: projetada por Christian Stockler das Neves in 1925 para ser uma estação de trem, atualmente é casa da Orquestra Sinfônica de São Paulo. Além de concertos, espaço é também utilizado para exposições.

Besides being the most populous city in Brazil, Sao Paulo is also the mercantile, financial and corporative center in South America and although it feels like there is “no love in SP” like famous rapper Criolo said, it is indeed a city full of love and beauty. With great museums, restaurants, theaters, parks and the architecture, don’t limit your visit just to MASP (Sao Paulo’s Museum of Art) or Estação da Sé when there are so many relatively unknown places to go!
1 – Catavento Cultural: nowadays a space for cultural activities, it was built between 1911 and 1924 and was first projected to be the Palace of Industries and it is truly majestic in its architecture. It is located in the Brás region.
2 – Parque do Carmo: why only go to Parque do Ibirapuera? Go and discover Parque do Carmo, a beautiful park that has amazing gardens, lakes and a historical building in colonial architecture. In the beginning of august it is also celebrated there the blossoming of the cherry trees – a tradition for almost 40 years.
3 – Fundação Ema Klabin: projected and built by architecture Alfredo Ernesto Becker in the 50’s, it is kept there the art collection of Ema Klabin, a business woman and philanthropist. Regularly on Saturday there are musical activities.
4- Rua Avanhandava: revitalized in it is s entirety by businessman Walter Mancini, this charming street is home to many restaurants all owned by the Mancini family. With many water fountains, it’s an idyllical place in the old center of the city.
5 – Sala São Paulo: projected by Christian Stockler das Never in 1925 to be a train station, it is nowadays home to the symphonic Orchestra of São Paulo state. Besides concerts, it is also a space for expositions.

Paquetá: tesouro secreto do Rio de Janeiro // Paqueta Island: Rio de Janeiro’s hidden treasure

Todo verão o Rio de Janeiro tem o novo local “In”, eleito pela mídia e pelos seus habitantes. Pode ser um novo posto na praia ou até mesmo uma nova praia, como mudar o lugar “cool” de Ipanema para a Barra. Mas nesse frenesi de seguir a moda, alguns ugares são esquecidos pelas massas e entram num estado de paz e tranquilidade que uma cidade grande como o Rio não permite frequentemente. Esse é o caso de Paquetá, uma pequena ilha na parte noroeste da Baía de Guanabara. Paquetá é um bairro do Rio de Janeiro, pertencente à zona central da cidade, com uma população total de somente 3 mil habitantes.
Como acesso somente por barcas (que são pegas na Praça XV), não há carros lá além das viaturas policiais. Você pode somente conhecer a ilha a pé ou de bicicleta e isso com certeza não é um problema. Paquetá é um lindo lugar que requer toda a sua atenção e concentração, com suas placas históricas reconstruindo os eventos do passado da pequena ilha.
Por mais que as praias não sejam próprias para banho, há diversas coisas para se fazer enquanto se estiver lá – como explorar as trilhas da mata e construções, as estranhas ruas , conversar com moradores locais e visitar as atrações turísticas. Não perca a chance de ir à Paquetá por uma tarde se você visitar o Rio!

Every summer Rio de Janeiro has a new “In” place, elected by media and its citizens. Could be a new beach “posto” or even an entirely different beach, like moving the “cool” place from Ipanema to Barra. But in this frenzy of following the fashion, some places are forgotten by the masses and enter a state of peace and tranquility that a major city like Rio doesn’t allow very often. That is the case of Paqueta, a little island on the northeastern part of Guanabara Bay. Paqueta is a neighborhood of Rio de Janeiro, belonging to the central zone of the city, with a total population of only 3000 inhabitants.
With access only by boats (taken on Praça XV), there are no cars there besides the police’s ones. You can only get to know the island by foot or on bicycle and this surely isn’t a problem. Paqueta is a lovely place that requires all of your attention and concentration, with its historical plaques reconstructing the past events of the little island.
Although the beaches aren’t suited for bathing, there are a lot of things to do while there – like exploring the forest trails and constructions, the eerie streets, talking to locals and visiting the tourist attractions. Don’t miss the chance of going to Paqueta for an afternoon if you visit Rio!

Um olhar diferente para o Rio de Janeiro.

Quem nunca ouviu falar da cidade maravilhosa?
E quem já conhece ou quem ainda não teve a oportunidade de conhecer os encantos do Rio de Janeiro por trás do que a mídia mostra no dia-a-dia, essa é a hora de você conhecer o que há de mais fascinante em nossa cidade.O Rio de Janeiro, não estamos resumido apenas em Cristo Redentor, Pão de Açúcar, carnaval, praias e a mais conhecida em todo o mundo, a famosa orla de Copacabana, nossa empresa tem o prazer de montar um pacote com as mais diversas opções para você e sua família.

Se está vindo ao Rio de Janeiro com amigos ou família, seja a lazer trabalho ou simplesmente conhecer algo diferente para fujir do cotidiano, entre em contato com a GM Travel e se surpreenda com as mais diversas opções de turismo, lazer e descontração que podemos lhe oferecer.
Se assim como eu você é amante da natureza, eu tenho um conselho que se deve levar em conta. “Não venha passar apenas um final de semana no Rio”, são tantas as belezas e oportunidades que você terá aqui que um més seria pouco.
Então não se prive de viver o que há de melhor em sua vida.
Quem viaja vive melhor, e quem quem tem os serviços prestados pela GM Travel tem as melhores e mais confortáveis experiencias.
entre em contato e veja o que estamos lhe oferecendo, os melhores hotéis, restaurantes e os melhores serviços da cidade.

Rio de Janeiro é eleito 16º melhor lugar para viajar segundo TripAdvisor.com // Rio de Janeiro is elected 16º best place to travel by TripAdvisor.com

Numa pesquisa feita a partir de dados do website Tripadvisor, o Rio de Janeiro foi eleito a 16º cidade para viajar em todo o mundo. A escolha não foi aleatória: os lugares com as maiores quantidades de avaliações positivas num período de 12 meses foram selecionados.
Na primeira posição está Bali, Indonésia, um lugar paradisíaco com aguas cristalinas e areia tão branca quanto a neve.

In a research made by data from website Tripadvisor, Rio de Janeiro was elected the 16º best place to travel in the whole world. The choice was not random: the places with the most quantity and quality of reviews in a period of 12 months were selected.
In the first position is Bali, Indonesia, a paradisiac place with crystalline waters and sand as white as snow.

Fonte: Panrotas